A Associação Norte Americana de Apraxia de Fala disponibiliza no site artigos aos pais e profissionais. Trazemos aqui uma Carta escrita por uma mãe americana à Professora do seu filho, com Apraxia de Fala na Infância, que é um dos materiais disponíveis no site deles.

Traduzimos  e  compartilhamos com vocês.

É  extensa, mas vale a pena a leitura. Os professores são essenciais na vida de qualquer criança, mas especialmente  para  as  crianças  com  Apraxia de Fala na Infância.

Ao final, disponibilizamos um arquivo em PDF dessa carta que você pode imprimir, juntamente com outro arquivo editável, que você pode incluir dados de seu filho (filha) e encaminhar, gentilmente, para a escola que ele (a) frequenta.

Boa leitura!

 

“Cara Professora,

Este ano você vai ter o meu filho, que é muito especial em sua classe. Quando você olhar para o meu filho, você vai ver como os olhos dele brilham e como são cheios de vida. Meu filho tem muitas habilidades maravilhosas e talentos. Ele se parece com as outras crianças da sua sala de aula.  Mas   meu  filho  vive “em  silêncio” e   enfrenta  uma  grande  luta para se comunicar.  Meu filho tem Apraxia de Fala na Infância.

Apraxia  de  Fala  é  um  distúrbio  da  fala  que  resulta  em  uma  dificuldade  para pronunciar sílabas e palavras corretamente. As crianças com Apraxia de Fala sabem o que elas querem dizer. As palavras estão em suas cabeças, mas muitas vezes a criança não é capaz de produzir os sons e as palavras claramente.

Por razões desconhecidas, as crianças com apraxia têm grande dificuldade de planejamento e produção da sequência específica de movimentos da língua, lábios, maxilar, mandíbula e palato que são necessárias para um discurso inteligível. Como disse um especialista: “O problema ocorre quando o cérebro tenta “falar” para os músculos o que eles precisam fazer… a mensagem não sai.

É como tentar assistir canais de TV a cabo sem o decodificador de canais. Não há nada de errado com a estação de TV, e nada de errado com a sua TV. O decodificador não pode ler o sinal que a estação está enviando. A criança deve descobrir como decifrar as mensagens contraditórias que seu cérebro está enviando para seus músculos. Por exemplo, a criança quer falar “bola”, mas o cérebro envia os sinais e sai “ma”.

As crianças com apraxia, no entanto, não tem dificuldade para compreender a fala e a linguagem. No entanto, elas são subestimadas, interpretadas como deficientes intelectuais, ou como preguiçosas, devido a fala  ininteligível.

Muitas crianças com apraxia irão experimentar uma grande sensação de fracasso e frustração em suas tentativas para se comunicar. Algumas crianças crescem ainda mais silenciosas; outras podem colocar pra fora suas frustrações.

As crianças com apraxia de fala precisam do apoio de professores e pais. Cada criança com apraxia de fala é um indivíduo único, com seu próprio conjunto de habilidades, necessidades e desafios. No entanto, um tema comum é que, durante um bom período de tempo, as crianças com apraxia de fala necessitam de terapia fonoaudiológica frequente e intensa, que deve ser direcionada para o seu maior desafio, que é aprender a produzir com precisão sílabas, palavras e frases.

Essas crianças realmente precisam de um Fonoaudiólogo.

O Fonoaudiólogo pode trabalhar com você para ajudar a criar um caminho para o meu filho se comunicar com você e com os colegas, demonstrar o que ele está aprendendo em sua classe, e para continuar a melhorar sua capacidade de fala e comunicação. Além de habilidades de fala, meu filho, também necessitará de um trabalho com a linguagem e as habilidades funcionais de comunicação

Obrigada por dispensar seu tempo para ler um pouco sobre a deficiência da fala do meu filho. Abaixo, descrevo algumas ideias sobre como você pode ajudar o meu filho em sua sala de aula.

Por favor, me avise se tiver alguma dúvida ou se tiver alguma coisa que posso fazer para ajudá-la a entender melhor meu filho e suas necessidades.

O que você pode fazer:

Meu filho precisa de um Fonoaudiólogo para aprender a falar. Você poderá manter contato com ele, para saber o que você pode fazer na sala de aula para ajudar meu filho. Tente criar uma comunicação interessante e livre de “tensão” para o meu filho. Incentive,  mas  não  insista  para  que  ele  tente    falar.

Elogie   suas tentativas de fala, mesmo que apenas por esforço.

Por favor, sei que às vezes o meu filho pode não responder ou pode responder  “não sei” como uma maneira de ajudar a si mesmos a sair de um desafio de comunicação difícil. Seja paciente.

Às vezes, o ritmo acelerado dos outros pode deixar o meu filho confuso, embora ele possa ser capaz de se comunicar se os outros oferecerem apenas um pouco mais de tempo e paciência.

Preste   atenção   e    até   mesmo   crie  oportunidades  para  ajudar  o  meu  filho  a fazer amigos. Pode ser difícil para uma criança com apraxia “invadir” uma situação de comunicação social (é difícil ele entrar em uma roda de conversa). Um apoio e carinho da professora poderá certamente ajudar. Nenhuma criança  deve  ser  solitária  e  todas  as  crianças  precisam  de um amigo.

Intervir imediatamente em todas as situações que envolvam intimidação ou provocação. Tranquilizar o meu filho, mostrar que você é o apoiador e defensor e que nenhuma provocação é aceitável.

Esteja ciente de que, às vezes, as crianças com apraxia também são fisicamente incoordenadas, são estabanadas, tornando os esportes competitivos ou mesmo atividades motoras finas, como desenhar, recortar, difíceis. Se notar alguma coisa, por favor, me avisar, para que possamos trabalhar juntas para ajudar o meu filho.

Mantenha-se alerta para quaisquer outros sinais de dificuldade de aprendizagem. Às vezes, as crianças com apraxia têm dificuldade em aprender a ler, escrever, soletrar ou nas habilidades de matemática.

Meu filho pode precisar de meios alternativos para se comunicar. Muitas vezes, a linguagem gestual, comunicação alternativa, dispositivos como tablets ou  figuras    podem ajudar  o  meu   filho,   ajudando-nos  a      saber  o      que ele deseja.

Acima de tudo, por favor, inclua-me como sua parceira. Eu quero muito ajudar o meu filho e quero fazer todo o possível para apoiá-la como professora do meu filho. Espero que possamos nos comunicar sempre e compartilhar informações umas com as outras para o benefício de meu filho.

Muito obrigada por dispensar um momento do seu tempo lendo minha carta.”

Copyright, Childhood Apraxia of Speech Associationof North America (CASANA), AllRightsReserved. Tradução: Dra. Elisabete Giusti

www.atrasonafala.com.br

www.apraxia-kids.org

www.apraxiabrasil.org

Carta modelo para entregar na escola da criança com diagnóstico de Apraxia de Fala na Infância.
baixe aqui

Carta escrita por uma mãe, à Professora do seu filho, com Apraxia de Fala na Infância.
Baixe aqui